Sunday, September 11, 2005

um titulo é outro poema

um titulo é outro poema

havemos hoje de ir ao mar
um titulo é outro poema
uma mensagem nasce na
maré mais solta que uma onda
de terra, a outra invade a rocha
e perde-se.

a cortina abre o teatro
o teatro é a perna e a mão
uma rosa perfilha um cravo
os passos dão-se lentos
como se dá o pão

jose gil / constantino alves

0 Comments:

Post a Comment

<< Home